2017-II Political Economics – Doctorate

Página da disciplina de Modelos Econômicos de Processos Políticos do Doutorado ECO/UnB

(ECO 332712, Tópicos Especiais em Métodos de Análise Econômica)

Acesso restrito aos alunos da disciplina

Horário: Quintas-feiras, das 18:30 às 20:30

Local: Sala 06/52, Prédio da FACE

Datas Importantes:

10/08: Primeira aula
28/09: Formação dos grupos de alunos. Por e-mail ao professor
19/10: Apresentação e entrega de proposta de trabalho final
09/11: Prova
08/12: Apresentação de trabalho final
11/12: Entrega de trabalho final. Por e-mail ao professor

Note que as datas acima são tentativas e poderão ser alteradas

31-07-2017 Plano de ensino da disciplina.

10-08-2017 Aula 1. Competição eleitoral determinística

Aula 1.

Capítulos 1 e 2 do livro-texto (Aulas 1 e 2)

17-08-2017 Aula 2. Competição eleitoral estocástica

Aula 2.

(Capítulo 2 do livro-texto, acima)

24-08-2017 Aula 3. Exercícios sobre os capítulos 1 e 2

Os artigos a seguir usa uma versão alternativa do modelo de competição eleitoral, um modelo básico de finanças públicas com produção de bem-público, para analisar a questão do efeito da participação heterogênea no voto -ou seja, eleitores de diferentes classes sociais têm diferentes níveis de abstração, com os pobres se abstendo mais que os ricos- sobre o equilíbrio eleitoral.

Bugarin, M. e Portugal, A. “Should Voting Be Mandatory? The effect of compulsory voting rules on candidates’ political platforms”. Journal of Applied Economics 18:1-19, 2015.

Schneider, R.; Athias, D. e Bugarin, M. “Electronic voting and Social Spending:The impact of enfranchisement on municipal public spending in Brazil”. Presented at the 2017 NASM of the Econometric Society and the 2017 ESEM

31-08-2017 Aula 4. Grupos de Interesse

Capítulos 3 e 4 do livro-texto (Aulas 4 e 5)

Os seguintes trabalhos usam uma versão alternativa do modelo de competição eleitoral, um modelo básico de finanças públicas com produção de bem-público, para analisar a questão do efeito do financiamento público e privado (via grupos de interesse) das campanhas eleitorais.

Portugal, A. e Bugarin, M. “Financiamento público e privado de campanhas eleitorais: Efeitos sobre bem-estar social e representação partidária no Legislativo”. Revista de Economia Aplicada, 7(3):549-584, 2003.

Portugal, A. e Bugarin, M. “Electoral Campaign Financing: The Role of Public Contributions and Party Ideology”. Economía, Journal of the Latin American and Caribbean Economic Association (LACEA), 8 (1): 143-171, 2007.

Aula 04

14-09-2017 Aula 5. Grupos de Interesse, parte 2. Poder de veto, parte 1.

Aula 05A. (Aula 04 revisada)

Aula 05B. (Baseada no modelo básico de Persson & Tabellini e nos meus papers)